sábado, junho 27, 2015

coisas de mim (e)

Hoje acordo de manhã cedo a sentir o calor do sol que bate lá fora na janela e que aquece todo o ambiente. Não consigo o sentir de gostar deste calor que me invade a casa e a alma. Gosto sim de sentir o calor humano. o calor do amor, do carinho, dos gestos da presença real e amiga dos que amam e que verdadeiramente são e querem ser amados. Não será que já são poucos, ou muito poucos os que amam e querem ser amados com verdade, sinceridade e simplicidade? Sim, hoje sinto-me com a falta do calor do amor,... do amor do que diz estar, mas não está,... do amor do que diz amar mas não ama,... do amor de quem amou, mas deixou de amar... do amor de quem não ama porque não gosta e porque não concorda e porque não quer,... do amor de quem já amou, mas que agora afastou o amor.Sim. Sinto falta de parte do amor humano que se faz sentir em gestos, abraços, beijos, presenças, palavras e que não se esconde em subterfúgios falsos. Sinto o calor do Amor d'Ele, porque esse nunca me falta e por causa do Seu amor por mim, hoje vou sorrir mais, abraçar mais, beijar mais, sorrir mais!

sábado, junho 20, 2015

coisas de mim (d)

Há muitas coisas que não são definidas em palavras mas só em sentimentos... como definir o estado de felicidade? Algo imenso, exuberante, alegre, sentido, emocionante, comovente, lagrimante,... o bichinho que está dentro e se quer soltar à força toda e que acaba por se soltar das mais várias maneiras: com beijos, com lágrimas, com sorrisos, com abraços, com palavras, com tantas e tantas coisas,... Esta é a "coisa" que está neste momento dentro de mim: um estado/sentimento/emoção de felicidade tal que não se descreve, mas sente-se. Ele de facto não abandona, mas dá o seu colo a todos os que com Ele caminham e com Ele querem ser felizes!

quarta-feira, junho 17, 2015

coisas de mim (c)

O que vai dentro e fora de mim... um misto de coisas que são angústia e que ao mesmo tempo são certezas de felicidade. como é possível? não sei, o que sei é que ambas as coisas acontecem. Apetece-me ir por aí e ver, olhar, sentir tudo,... apetece-me estar com quem me ama e com quem ainda não sabe o que é amar,... apetece-me simplesmente ir e estar sem certezas e sem destinos,... só porque as coisas que estão em mim se baseiam numa grande certeza: só o amor chega para viver , pois tudo o resto é colhido do amor. Estar angustiado e feliz, é o sentir da vida. não é novidade. é a realidade. Só Tu para me saberes e me amares como eu sou!

quinta-feira, junho 11, 2015

coisas de mim (b)

Para mim não é dificil transparecer o que eu sou e o que eu sinto. Provavelmente esta é a razão de umas e/ou de muitas incompreensões no caminho da vida. Por isto sinto que a verdade por vezes é melhor ser tapada ou mesmo escondida, porque na realidade do mundo não é a verdade que interessa acima de tudo, mas são outros interesses: pessoais, pessoais, pessoais, pessoais,... mas também sinto que não consigo ser de outra maneira que não seja o ser verdadeiro  com o que digo e com o que sinto, nas várias maneiras de o passar para o que envolve. Ele continua a ensinar-me que vale a pena ser verdadeiro, que vale a pena transparecer o que se sente e dizê-lo, que vale a pena ser-se sempre o que e é e que nada é razão para tapar a realidade da essência de cada um, admitino pessoalmente como se é e o que se é. Ele ensina-me e eu aprendo com Ele e só com Ele.

terça-feira, junho 09, 2015

coisas de mim (a)

Há coisas de mim que estão em mim,... às vezes lá saem, mas nem sempre se tornam palavras ou gestos,... são aquelas coisas que são sentimentos que não se explicam, mas se sentem.
Há coisas de mim que estão em ti,... estão em ti porque fazes parte delas e és as mesmas coisas que estão em mim e são de mim,...
Há coisas de mim que estão em nós, porque sem o nós eu não seria eu, não seria tu e não haveria nada de mim e nenhuma coisa de mim para escrever, contar e sentir,...
Há coisas de mim que estão em mim e que não deixam de ser eu, tu e nós... são coisas que nem todos sabem,... que nem todos veem,... que nem todos olham,... que nem todos se apercebem,... só alguns e Tu. Os alguns são aqueles que estão sempre bem dentro daquele lugar a que chamamos coração e onde se ama. O Tu não precisa de palavras para dizer que és Tu e só Tu e acima de tudo Tu.
As coisas de mim  que hoje fazem parte de mim são amor e perseverança.

quarta-feira, junho 03, 2015

sentimentos e palavras (z)

Por tantos e tantas coisas de razões, palavras e sentimentos se vão tendo gestos, atitudes e reações na vida. Mas é bom que se reaga na vida com o que se desenrola, com o que passa, com o que se vive,... é bom. Quando não há reação a nada é mau porque tudo estagna. Sei o que é bom: é bom sentir,... é bom viver,... é bom abraçar,... é bom beijar,... é bom dialogar,... é bom respirar,... é bom olhar,... é bom amar,... é bom ser amado, ser abraçado, ser beijado, ser querido e ser desejado,... Há tanta coisa boa que vale a pena dar conta do que não é bom e encaminhá-lo para o bom. Depende do que sou, do que somos e do que queremos ser. Senhor, sou teu, todo teu... faz de mim o que quiseres, através do meu esforço diário para ser bom como Tu és tão bom para mim. Encaminha o meu pensamento, as minhas palavras, as minhas ações só para o amor, pois d'ele vim, n'Ele quero ficar para um dia viver n'Ele plenamente.