terça-feira, abril 02, 2013

sentimentos e palavras (g)

Amor... Uma palavra, um sentimento, uma essência... É assim que hoje eu defino o amor. Uma essência que faz levantar os corações e os espíritos e nos permite vencer todas as barreiras da vida, sejam elas quais forem! Parece isto uma utopia? Penso que não. é uma certeza! De onde me vem a certeza? D'Ele e só d'Ele. Ele amam-me eu eu não me posso sentir mais feliz do que assim: amado por Ele! è bom sentir o Seu amor nas várias bênçãos quotidianas que Ele me dá. Mas como não quero ficar só com o Amor d'Ele para mim,... partilho-o nestas palavras e renovo o compromisso de o partilhar nas palavras ditas, nas ações praticadas e no testemunho servido. Só assim consigo retribuir o Seu imenso Amor por mim. Quero renovar este compromisso diante d'Ele e diante do mundo, pois por vezes o Seu amor que é o bastante, faz desesperar pelas minhas falhas humanas e pela falha de comunicação. Amo-t'E, Senhor, não me abandones e continua a abrir o caminho para que eu siga a Tua vontade e viva o Teu Amor na essência da vida e na profundeza do coração. A vida sem Ti é tão diferente...

2 comentários:

Maria disse...

"Amor"
Palavra demasiado repetida e muitas vezes banalizada ,mas que quando sentida em profundidade, é a única que dá sem sentido a toda uma vida,ninguém vive sem amor.
É um sentimento que nos foi concedido por Deus que nos inunda a alma de uma forma estranha,que nos faz agir ,fazer mais e mais ,sofrer pelo outro e desejar concretizar todo o Amor de Deus.
Sentir que Deus nos ama,que a Sua Mão está sobre nós,que na nossa vida ELE sempre esteve lá,nos protegeu,nos indicou o caminho a seguir, é de tal modo maravilhoso
nos dando uma plenitude,uma paz,uma confiança absoluta.
Reitero todo os dois últimos parágrafos do partilhar profundo.
Pe.Ângelo bem haja, e a continuação de uma Santa Páscoa.

Maria disse...

Eu escrevi "Sem sentido" claro que o sem está a mais,porque amor é a única Palavra que dá sentido à vida de todos nós, mesmo que ás vezes as coisas do mundo nos abafem e façam iludir que se pode viver sem o amor,o amor de Deus,aquele amor forte, que nos faz ter sede e desejar ir à «Fonte» saciar, encher o coração desse amor nobre e Infinito,que nos sacia e dá vida,para que O possamos transbordar assim como o Padre Ângelo tão bem nos descreve.