sábado, dezembro 31, 2011

sejamos nós próprios as mãos de Deus


Passou mais um ano, de modo acelerado e com muitos tempos e contratempos. Ao olhar o passado vemos muita coisa feita e realizada (seja ela boa ou menos boa), mas o que vemos ao olhar o futuro? Uns dizem que os dias serão muito “negros”. A palavra “sacrifício” está na ordem do dia. Eu sei, e todos sabemos, que os dias serão difíceis, mas desde o momento original de toda a criação, quando é que não existiram tempos difíceis? Eu, ao olhar este futuro, recuso-me a olhar simplesmente o péssimo, mas a ser mais optimista. Um optimista bem presente na realidade que vai ser vivida e enraizado no coração de Deus.

Que seria de mim sem a sua presença constante e amiga? Porque não, ouvirmos mais a Palavra de Deus e deixar que ela ilumine os nossos afazeres do dia a dia? Porque não, pôr em prática as palavras que Jesus nos deu? Porque não, autorizarmos que o nosso coração seja transformado e moldado por Deus?

Na unidade de esforços e gestos de amor, a humanidade supera as suas maiores dificuldades. Algumas vezes o Apóstolo S. Paulo utiliza a palavra: “suportai-vos”. Neste novo ano que se inicia (que alguns agoiram como sendo o último) tentemos ser o “suporte” nos momentos e nos tempos partilhados. Tentemos ser humildes nas nossas conversas e nos nossos atos. Sejamos como os pastores de Belém que contaram a notícia do nascimento de Jesus e se alegraram por encontrar Deus nas suas vidas. Na vida de cada um e dentro da realidade que nos cerca e nos envolve, sejamos nós próprios as mãos de Deus!

quinta-feira, dezembro 29, 2011

pedaço de vida (f)


Sei que muito pouca gente passa por aqui, mas faz-nos bem abrir a mente e a alma onde quer que seja. Eu escolhi abrir aqui momentos e intimidades do que vai na alma em determinados tempos da vida. A mim ajuda-me a colocar nas palavras o que vai no coração. A quem lê espero que incentive a abrir também um pouco da sua alma. Nesta amanhã abro o coração numa intimidade para agradecer ao Senhor os tantos Bons corações que me rodearam até hoje e que vão continuar a influenciar nas escolhas e forma de viver e olhar a vida. Mas também agradeço ao Senhor a generosa humildade com que me tem ensinado a viver, de modo a aceitar cada vez mais todos os outros corações que vão partilhando as suas vidas. Mas... (há às vezes uns "mas") nem sempre o que parece seguro e certo é duradouro,... é com mágoa que dou conta de momentos em que o "tapete foge dos pés" e os tombos são grandes. Mas Ele está sempre presente e dá sinais do seu amor. O pedaço de vida deste momento são os sinais do amor de Deus: corações bons!

quarta-feira, dezembro 21, 2011

pedaço de vida (e)


Quando nasceu o dia, pensava para as almofadas: valerá a pena levantar a cabeça tão cedo? Agora digo, já não penso: valeu e está a valer a pena. Acontece assim às vezes. o dia chama por nós e não nos apetece enfrentá-lo. Se não o tivesse enfrentado, não teria tido as belas surpresas que até agora têm acontecido. Surpresas de gente que envia embrulhos cheios de ternura... surpresas de gente que mostra querer ser perfeito no que faz... surpresas de gente que sabe ser humilde de coração e de gestos... surpresas de quem diz "bom dia" pela primeira vez em muito tempo... Sim, Senhor, está a valer a pena! Como será o resto do dia? não sei, mas sejam quais forem as surpresas a ter ainda, sejam boas ou menos boas, estou aqui para as viver!!!

segunda-feira, dezembro 19, 2011

pedaço de vida (d)

há gente incrível... pensam,... criticam,... mas pouco fazem e quando chega a hora de deitar as culpas a alguém,... aí vão elas de imediato.... que é feito da compreensão? da tolerância do respeito? este é um simples desabafo depois de ter lido algumas coisas e comentários por esta rede a dentro... como seríamos mais felizes se respeitássemos mais e criticássemos menos!

segunda-feira, dezembro 12, 2011

pedaço de vida (c)


As palavras às vezes são demais para dizer o que se é, e outras vezes faltam para dizer o que vai no fundo do coração. De facto, as palavras são a maneira com que nos podemos exprimir uns para os outros, mas além das palavras existem os sinais exteriores... um olhar... um aperto de mão... um simples toque... um abanar de cabeça... tantos e tantos sinais...
Entre palavras e sinais dizem-se e fazem-se muitas coisas... mas poderiam fazer-se muitas mais, não deixando que fiquem palavras por dizer nem sinais por fazer... Este é um pedaço de vida (e de mim) que aqui partilho... o desejo e a vontade de dizer mais e fazer mais...

sábado, dezembro 10, 2011

pedaço de vida (b)


Deus ama-nos! Sou grato pelo Seu amor?
João é a voz que dá a conhecer a Luz. Vejo e sigo a Luz?
Viver sempre alegre, orar sem cessar, dar graças em todos os momentos!

sexta-feira, dezembro 09, 2011

pedaço de vida (a)

Há palavras e situações da vida que nos dão força real para crescermos e sermos melhores... São momentos,... são pedaços de tempo que depois de passarem nos fazem sorrir e levantar as forças para continuar a lutar e a ser felizes. Agora é um momento desses... espero que dure. Obrigado, Senhor!

sábado, dezembro 03, 2011

um empurrãozinho

Deus está sempre atento ao que se passa com todos nós, seus filhos. "Mas não dou conta d'Ele", diz alguém. Mas Ele está por aí e por aqui, basta acreditar. Talvez seja falta de acreditar que Ele dá um "empurrãozinho" que faz com que nos tornemos vacilantes na fé. A perseverança mantém-nos unidos ao Senhor. É a esperança n'Ele que nos faz suportar as adversidades do dia-a-dia (eu assim acredito e assim vivo, hoje mais do que ontem). É tão bom dar-se conta do Seu "empurrãozinho"...

terça-feira, novembro 22, 2011

Senhor...


Senhor,
ouve a voz do meu coração
porque quero saber amar mais,
fazer mais coisas,
trabalhar mais no Teu reino,
estender as mãos ao próximo,
ser mais sinal de alegria,...
ser sorrisos de consolação,...
ser vida para dar mais vida,...
ser a luz do Teu farol
para continuar a iluminar outras luzes
que se vão apagando e que precisam de Ti.
Senhor,
quero saber dizer mais ao mundo
que Tu vives!
Que me amas e que amas a todos por igual!
Entoar uma melodia de notas e pautas
que sejam uma sinfonia da tua existência.
Cada dia vale por Ti, por mim e por todos!
Bem-haja, Senhor,
por mais este dia do Teu Amor e da Tua Vida.

quarta-feira, novembro 02, 2011

Senhor da Esperança

Passado um ano torno a publicar esta oração que, de olhos postos no Senhor, me surgiu no ano passado...

Senhor da esperança,
levanta-me nos dias em que caio
e não há braços que me levantem,...
sorri quando eu choro
e preciso de encontrar a razão de viver,...
abraça-me sempre
quando preciso de conforto e de amizade,...
encontra-me
sempre que me perder na estrada da vida,...
Sê o porto seguro que procuro,
faz-me ver no próximo o caminho para viver…
ajuda-me a ser mais amante da vida,
a estar mais alegre e
a ter mais gestos de paz e amor!
Peço-te hoje e sempre, Senhor,
Sê Deus que nunca me abandona!

quinta-feira, outubro 27, 2011

Deixem-me ser como sou?


Deixem-me ser como sou, provavelmente como Deus quer que eu seja...
Ouvi isto, não há muito tempo... parei. Pensei (às vezes penso, eheh). Falei. gosto do provavelmente, pois às vezes somos como nós queremos e não como Deus quer. E o que é que Deus quer? continuou... Nem sempre se dá conta do que é, mas a certeza do ser como se é, é uma realidade. Depois vai-se mudando segundo o que ouvimos de Deus. Mas eu às vezes não O ouço... e fico triste com isso. Pois, também tens razão que às vezes não ouves a resposta da Sua parte, mas talvez nisto que conversamos tu estás a ser como tu és e a obter alguma resposta da parte d'Ele. Boa, nunca tinha pensado nisso. Vou mudar o que disse: Deixem-me ser como Deus quer que eu seja! Agora sou eu a dizer: Boa!!!!


sexta-feira, outubro 21, 2011

hoje e agora....


Um dia. Uma manhã. Um acordar. Um viver. Uma reunião. Uma agenda. Tanta coisa para um tão curto espaço de tempo nesta manhã. Estou a pensar seriamente para que serviram os momentos finais da manhã. Se para cumprir a agenda de alguém, se para louvar a Deus e fazer com que a Sua Igreja cresça e seja mais santa. Quero acreditar na segunda hipótese. Não posso ser tão mau ao ponto de pensar mal como alguns outros. Por isso vou continuar a rezar, para que tudo tenha sentido e para que sirva para louvar o Senhor.

sábado, outubro 15, 2011

Com o olhar no infinito...


Muitas coisas passam pela cabeça de cada um de nós. São muitas as preocupações diárias que nos são imputadas. São muitas as contas que têm de são feitas durante uma semana de vida. Muitos também são os tempos que são passados com futilidades que em pouco nos ajudam a crescer enquanto pessoas. E estas breves reflexões levam a pensar: para onde vamos?

Sem muitas respostas há uma que nos une a todos nós, homens e mulheres de fé: para o infinito. Mas o que é o infinito?

“Tocar” o eterno e sentir que a eternidade é o horizonte de tudo o que fazemos! Cada gesto, cada palavra, cada passo do que se faz tem repercussão num futuro que é sempre desconhecido, mas que é o lugar certo que se vai encontrar.

Com o olhar no infinito é um propósito para se poder ultrapassar o pessimismo que parece, cada vez mais, assolar a nossa sociedade e a nossa maneira de viver.

O infinito é o próprio Senhor do céu e da terra que nos dá como dom do Seu Amor pela Sua criação, que somos nós. Então se escutarmos um pouco mais a Sua Palavra de Vida Eterna, talvez ganhemos mais forças para “enfrentar” de frente as adversidades da vida. Não são poucas as palavras de esperança do Senhor.

Num mundo que parece cada vez prescindir da presença do Criador, nós somos os sinais vivos da Sua presença no mundo e na vida pessoal de cada um. E se nos encontrássemos mais vezes para descansar em Deus? E se nos deixássemos levar mais pelos convites que nos faz Jesus? E se procurássemos construir mais relações em vez de criar intrigas e “coscuvilhices? E se fôssemos mais fraternos/amigos uns dos outros? E se nos aproximássemos mais e não julgássemos tanto? E se fôssemos mais pacientes?

Tantas formas de colocar o olhar no infinito...

quinta-feira, setembro 29, 2011

tantas voltas...

a vida dá tantas voltas... gira, gira, gira e vai até não se sabe bem onde... Gostaria eu de saber até onde as nossas forças podem ir e até onde a capacidade de amar consegue chegar... (não sou totalmente ignorante, sei bem o que sou, apesar de às vezes precisar que outros me digam) Mas a vida dá tantas voltas que, ao tornarmos tantas vezes ao ponto de partida já se pode perguntar: sou eu que sou tonto ou sou bom demais? Mais uma tontice que aqui deixo escrita neste final de dia, que de atribulado teve muito, de ansiedade muito mais e que estarei para ver no que vai acabar... Mas com toda a certeza Ele não vai faltar para dar a Sua mão e me/nos empurrar para cima, levantando a cabeça e vivendo o dom precioso da vida.

quarta-feira, setembro 28, 2011

desabafo...


Às vezes não é por não haver tempo nem falta de palavras para se escrever alguma coisa, mas porque são tantas as coisas que o coração e a alma querem e precisam de "despejar"....
Hoje o meu sentimento é de... nem sei bem,... ansiedade e impotência... Mediante últimos acontecimentos, tudo parece andar a mil à hora, mas também outras coisas parecem escapar das mãos. Isto não é bom nem mau,... é só uma partilha de coisas e sentimentos que vão cá dentro. Certamente muita gente também os tem. Só peço isto: Meu Deus, toma o meu coração e fá-lo mais forte!!!!!

quarta-feira, setembro 21, 2011

sentir o sorriso...


sentir o sorriso do mundo, é complicado, nos dias que passam... mas continuam a existir maravilhosos sorrisos que nos fazem a todos movimentar o interior de nós mesmos. Mil e um exemplos podia agora descrever,... mas simplesmente deixo o sorriso de alguém que mesmo depois de ter perdido toda a família, diz: o Senhor continua a dar-me a força e a paciência para viver a vida no serviço ao próximo. Permite-me ainda dizer que é um excelente serviço de apoio na sociedade. Para quem diz que não: Deus está bem presente na vida de todos os que O invocam com verdade e sinceridade.

terça-feira, setembro 13, 2011

ser um banco...


Muitas coisas nos passam pelas vistas,... algumas retemos, outras nem ligamos. Não é por descuido ou por não querer,... simplesmente andamos a pensar noutras coisas e não damos conta. Por não se dar conta, pode deixar passar-se um sorriso ou uma voz silenciosa que precisa de ser ouvida... Isto faz-me lembrar um banco de beira de caminho que se encontra sem ninguém à espera de alguém. não um alguém qualquer, mas quem se sente e dê uso à sua existência. Alguém que descanse. Alguém que se sinta confortável. Alguém que fale no seu silêncio. Alguém que admire o redor. Alguém que simplesmente esteja sentado (ou até mesmo deitado). Como seria se fossemos como bancos à beira do caminho?

segunda-feira, agosto 22, 2011

um pouco das jornadas Mundiais da Juventude

Não estive presente nas Jornadas Mundiais da Juventude, mas acompanhei online. Deixo aqui no meu blogue (que é vosso também) um dos momentos mais marcantes das JMJ. Estas questões feitas por cinco jovens ao Papa e respondidas diretamente pelo Santo Padre. Vale a pena ouvir e ver! Apesar da tempestades,... permaneceram firmes...




segunda-feira, agosto 08, 2011

amei e quero amar melhor

no passo a passo do dia a dia, por vezes não há palavras para descrever a imensidão de coisas vividas, sentidas e refletidas. É assim que me sinto no fim do primeiro dia da semana. Depois de momentos e tempos vividos, penso e medito no que ficou para trás, mas que continua bem presente. Deitar fora palavras para dar o grito: Amei e quero amar mais! Amar melhor!
Grito ao mundo porque sinto que não estou sozinho, mas que Ele está aqui, bem junto e bem perto de mim! Deixo uma música para ouvir (a mim faz-me ser mais, e a ti).

quinta-feira, agosto 04, 2011

intensidade


sabem-se coisas,... descobrem-se momentos,... partilham-se sentimentos e alegrias, esperanças e tristezas... São estes os pedaços de vida que são vividos por todos. Nuns tempos mais fortes do que noutros. Mas é esta intensidade de vidas e momentos que faz com que partilhemos histórias, lugares, gestos e palavras.
Hoje é motivo para agradecer mais uns bons momentos de intensidade de vida!

quarta-feira, agosto 03, 2011

sentir


imagem do meu quintal (sentir comos as folhas sentem o ar)

Sentir que Ele está bem perto de nós... é saber que há sempre alguém que escuta, fala, e dá "pistas" para seguir em frente. Esta é a maravilha da imensidão do Senhor: está comigo, mas também está contigo. Compreender isto não é fácil, uma vez que nem todos poderemos sentir o mesmo e para que tal aconteça, é preciso o grande dom da fé. Acreditar com todo o coração, com toda a inteligência e com todo o entendimento.
Hoje é um bom dia para continuar a crescer e ser um reflexo do Amor de Deus. É assim que me quero sentir mais, ouvindo e deixando que a Palavra d'Ele envolva a minha vida e me continue a iluminar como o sol.
Acordar, viver, ousar arriscar para alcançar momentos de felicidade, com Ele, n'Ele e para Ele.

terça-feira, agosto 02, 2011

rosto

imagem do Bom Pastor, junto a umas das catacumbas existentes em Roma

"O rosto do Senhor quando aparece na vida?" pergunta alguém com dúvidas.
"Sempre que olhar ao espelho e na sua vida encontrar mais um pouco do Seu amor!" foi a resposta que surgiu, de entre muitas outras que poderiam ser dadas, pensadas e irrefletidas.

o rosto de Deus... de fato, um dos mistérios e desejos de muitos e muitas... tocar, sentir e, simplesmente, contemplar. O rosto do Senhor, está em muitos rostos que se cruzam com o nosso rosto, mas também se pode encontrar no nosso próprio rosto. Olhar ao espelho e ver o rosto do Senhor pode ser uma ousadia sequer pensar nisto. Mas não é o discípulo, aquele que segue o Mestre e tem n'Ele o seu exemplo de vida? Eu gostava de ver mais vezes ao espelho o rosto do Senhor, mas muitas mais vezes... até agora foram muito, muito poucas. E eis um desafio tão simples: ser imagem do Mestre!

segunda-feira, agosto 01, 2011

pedaço de vida


Há momentos que faltam palavras para descrever a desilusão que se tem com pessoas que cruzam os nossos caminhos,... mas também para descrever a desilusão que existe connosco próprios.
Há imagens que transparecem otimismo, mas que na realidade escondem a desilusão o o cansaço do psíquico, não por falta de compreensão, mas simplesmente porque as forças faltam. Há mil e uma razões para viver e manter a chama da vida acesa,... mas também é preciso parar alguns momentos para deixar que a vida flua e mostre o caminho que agora se deve seguir. Tantos caminhos a seguir,.. tantos cruzamentos a decidir,... tantas decisões a tomar. uma começa por confortar (depois de um longo e sentido suspiro): Deus não falta com a sua força de coragem e otimismo. Graças Te dou, Senhor, por me dares a força de saltar, andar, correr e viver!
Mais um dia como muitos outros dias, que faz pensar e crescer para a vida.

sábado, julho 09, 2011

boa terra

A semente caiu em boa terra... assim dará muito fruto...
A Palavra de Deus é encantadora. Mais que encantadora: é um mistério profundo que cada um de nós, na sua humanidade de vida, vai revelando para si mesmo e vivendo em comunhão com o próximo. Mas será que a Palavra encanta? Os cristãos conseguem estar atentos a esta Palavra que é transformadora e geradora de vida? "O Senhor fala muito bem, mas não encanta". "Hoje a pregação foi muito grande". Palavras destas ouvem-se porque, digo eu hoje, não se acolhe a Palavra que é lida e proclamada no fundo do coração.
Esta semana que agora se inicia, bem que se podia chamar a semana da Palavra. Então ouçamos a palavra no Domingo, com a certeza que o Senhor fala ao coração, e a nossa vida dará frutos abundantes.

segunda-feira, julho 04, 2011

há cinco anos reflectia assim....

Podia ter um “clique” que seria um aparecimento espontâneo da minha vocação. Mas não foi assim que ela apareceu. Ao contrário do que muitos possam pensar, eu desde muito pequeno quis entregar-me nas mãos de Deus para ser seu servo. Recordo-me perfeitamente das férias que passava na terra natal da minha mãe e ia com a minha avó, logo cedo, à eucaristia do Colégio. E dizia-me ela: não queres ser padre? Eu fui alimentando esta ideia, que deixou de ser uma ideia, mas que passou a ser uma procura.
Na catequese da minha paróquia, muitos diziam que eu seria um bom padre. Mas eu questionava-me o que seria um bom padre? E assim fui andando, sempre procurando o que Deus queria de mim. Namorei (e não foi pouco)… fui fazendo a escola primária e o ciclo até que recebo uma carta que me convida a entrar no pré-seminário da Guarda. Eu aceitei o desafio. Confesso agora que já à algum tempo que eu nem pensava em ser padre. Ao aceitar o desafio parece que uma nova luz nasceu no meu horizonte. Passados três anos lá deixo eu a casa (Almada) e vou para o Seminário da Guarda.
O Seminário não foi uma certeza do que eu queria ser e seguir. Foi um período de descoberta, de crise, de felicidades e alegria, de partilha, de amizade, de oração e encontro pessoal com Deus. Eu tenho-o de descrever assim. Porque se alguma vez me senti perdido de Deus foi no Seminário. E o reencontro também foi no Seminário. E não me posso esquecer de tanta gente que se cruzou no meu caminho. Neste período, devo muito a alguns superiores que me acompanharam nos momentos que mais precisei. Devo-lhes a ele, porque Deus por meio deles veio e continua a vir até mim.
Em todo este crescimento vocacional (que espero que nunca pare) aprendi a amar, a relacionar-me com os outros, aprendi a perdoar, a sentir os outros, aprendi a rezar e a fazer da oração um momento de diálogo com Deus. Mil e uma coisas poderia dizer acerca desta minha “aventura vocacional” mas a história nunca está terminado e muitos dos momentos vivem dentro de mim. Agradeço a Deus o Ele nunca ter desistido de mim, mas sempre me ter amparado as quedas com as suas mãos carinhosas e me dizer: Vai, tu consegues, Eu preciso de Ti!

Vou ser padre! É uma realidade próxima. Vou ser padre para os outros. Não o sou para mim. Quero sê-lo porque quero continuar a amar tudo e todos! Não quero um título quero um serviço ao mundo. Não quero um serviço ao mundo, quero amar o mundo como Jesus nos amou e continua a amar. Não quero simplesmente amar, quero amar e servir!
Vou ser padre para todos os que se cruzarem comigo, para aqueles a quem eu procurarei, para os que não acreditam, para os que perderam a fé sem razão, para os que sofrem, para os rejeitados, para os que precisam de Deus nas suas vidas, para os que precisam de amar mais, para os que não se vêem aos nossos olhos, para que estão ali á espera de mim…
Depois de escrever isto parece que é um discurso pensado que saiu de dentro da minha cabeça, mas é realmente aquilo que eu quero e penso ser.

Hoje, no trabalho que já desenvolvo nas paróquias que me estão confiadas pastoralmente, penso que o trabalho, ou melhor, o serviço que presto tem levado a criar a consciência de que todos formamos a comunidade e que se somos cristãos temos de nos relacionar bem uns com os outros e para podermos ouvir dizer: vede como eles se amam!
Muitas vezes desanimo, mas desanimo a sério! Dá-me a sensação de que ninguém ouve o que Deus quer dizer e que por mais que uma pessoa lute pela unidade é um objectivo difícil de alcançar. Uma coisa tenho certa: não quero ter grandes comunidades, o que quero é que eu e elas possamos construir uma comunidade orante e transparente de amor e de paz.

quinta-feira, junho 30, 2011

surpresa!!!!

Ainda há quem diga que pouquissímas são as coisas que me surpreendem. Recebi ontem pelo correio uma prenda antecipada de aniversário natalício e de ordenação sacerdotal (falta pouco). Chegaram-me as lágrimas aos cantos dos olhos. Sabe bem quando alguém nos brinda com uma forma de presença diferente do estado físico. A essa pessoa o meu sentido bem-haja. Faço oração por si e por toda a sua família. Que o abraço de Deus nunca vos falte!

terça-feira, junho 28, 2011

Há momentos em que "desaparecemos" para dedicar uma parte da vida aos que nos escolhem para missões de amor e serviço.... foi o meu caso nos últimos dias. Agora volto!

terça-feira, junho 07, 2011

ser... alguma existência

Respirar de alívio e profundamente por tudo e de tudo o que envolve a existência do ser. As mais profundas raízes do ser humano, levam a descobrir o que de melhor e pior tem a essência de viver.

quinta-feira, junho 02, 2011

nos braços...

Consciente de que Deus se lembra da minha/nossa existência, não pergunto o porquê disto ou daquilo. Hoje muita gente pergunta o porquê disto acontecer desta ou daquela maneira. Hoje quero simplesmente renovar a minha entrega nos braços de Deus e não nos braços das coisas do mundo. A minha escolha é Deus e não outras coisas da vida. Renova-me, Senhor, em mais este dia!

terça-feira, maio 31, 2011

pela manhã...


Nada melhor do que rezar um pouco pela manhã... meditar no dom maravilhoso da vida que se te. Não deixar passar um momento em branco, mas aproveitar todos os bocadinhos para crescer e fazer o bem! De facto, quero diminuir cada vez mais, para que Deus cresça mais e mais,... na minha vida e na vida dos que me rodeiam. Deus é o meu lugar secreto, o meu refúgio, o apoio e os braços onde melhor posso estar e encontrar alívio e descanso para a alma. Que outros, como eu, encontrem no Senhor o seu porto de abrigo!

segunda-feira, maio 30, 2011

suspiro

é tão bom suspirar... faz-me sentir aliviado... mais leve,... sem tanta pressão em cima das costas e de mim,... tudo pressiona deste lado e do outro. De cima e de baixo. Daqui e de além. Tanta, Tanta Pressão de tudo! Por isso agora só me apetece suspirar e rezar! Para encontrar alívio e descanso!

sábado, maio 28, 2011

mais que palavras: sentimentos!

Há coisas que acontecem e são como "baldes de água gelada" que caem sobre a cabeça. É em momentos destes se questiona: "porquê isto"? e raramente se questiona "e porque não"?
Passa-se muito tempo a ver os acontecimentos só por um lado sem se dar conta do "outro lado da moeda". Mas também por vezes, penso ser um exagero, dá-se demasiada importância aos "se's". às vezes é melhor deixar correr as coisas como estão. Aceitar. Continuar a viver. Amar. Ser amigo. Servir. Acreditar. Ter esperança. Deixar que a vida seja guiada pelo Espírito Santo.

Umas palavras ficam, para podermos rezar um pouco...
Quero acreditar mais em Ti, Senhor,
deixar que guies mais a minha vida
para que eu viva mais segundo a Tua Palavra,
deixando que o Teu Espírito guie os meus passos,
pois Tu já resides no meu coração!

quinta-feira, maio 26, 2011

mãos vazias...


Que é o ser humano senão homens e mulheres de mãos vazias? Gente de bem e de verdade que humildemente se faz servo para estar disponível para quem precisa das suas forças e energias para colaborar na história da vida humana,... devia ser assim todos os dias!
É assim que eu acordo hoje a querer ser! Será bem?

terça-feira, maio 24, 2011

ser...


Nem sempre o que são as certezas que se têm na vida e que se vão construindo no dia-a-dia, são as realmente correctas e as que vão sempre dirigir todo o nosso pensamento. Pensa-se muito, age-se bastante, mas... mas nem sempre o que se pensa e a maneira como se praticam os pensamentos são os melhores e mais correctos. Por isto e por muitas outras coisas, o saber estar de cada homem e mulher é influenciado pelo modelo que coloca no seu próprio horizonte de vida. Será que nós, cristãos, colocamos sempre Jesus Cristo como modelo de vida? Nos últimos dias, têm-me feito pensar algumas das minhas atitudes pessoais e atitudes de pessoas com quem convivo diariamente. Ser cristão é uma coisa do passado que ainda se teima em ser? Ser cristão é um modo de se ter uma série de direitos? Ser cristão é acreditar na palavra dos homens e nos próprios pensamentos? Não será antes: ser cristão é ser de Jesus Cristo? Com mágoa penso e escrevo que muitas vezes não se é cristão!

segunda-feira, maio 23, 2011

mais ++++++++++

Tudo seria mais belo e mais verdadeiro se alguns de nós acreditássemos realmente que Deus existe!

quarta-feira, abril 27, 2011

fazer a vontade....

é importante não "cair" na vida.... podem ser algumas as rasteiras que se encontram,... mas a certeza de que nos levantamos tem de ser bem maior... pois de que vale uma vida vivida só para nós próprios? Bem melhor viver para os outros! AQUI ESTOU, SENHOR, PARA FAZER A TUA (E SÓ A TUA) VONTADE!

domingo, abril 24, 2011

Abandona o rancor, o egoísmo, a fúria, a incompreensão, a distracção e o medo de viver. Que nesta PÁSCOA DA RESSURREIÇÃO DE JESUS, consigas viver a vida nova do amor, da tolerância, da compreensão e da serenidade. Confia no Senhor, AMA como Ele nos AMA. Eu vou abraçar este desafio. e tu?

quarta-feira, abril 13, 2011

tão... tempo... tão...


Tão depressa que passa o tempo...
tão rápido que é cada momento quando vivido com intensidade,...
tão tanta coisa que nem sei que dizer o tão que se faz ou fica por fazer...
Descobrindo o que rodeia,... a necessidade de precisar dos que podem estar à volta e podem amar mais (que realmente amam) e que não se dá conta até fazer falta o seu amor! Mas qual o caminho para a felicidade? Para encontrar o que realmente satisfaz a alma e os anseios pessoais? Hoje a rezar. A dialogar com Ele. A dizer-lhe que preciso de mudar páginas da vida. Que preciso cada vez mais d'Ele para me guiar. Pelo menos reafirmei a sua presença, pois Ele não é dos que não está ao pé de mim, mas que está sempre ao lado! É muito bom sentir isto! É mais difícil vivê-lo. Mas é bom senti-lo.
Tão depressa que passa o tempo...
Tão longe que ficam belos momentos da vida que fizeram sonhar altíssimo,...
Tão perto estão os que ajudam a sonhar...
Tão longe os desejos secretos da alma...
Tão perto os amores que mantêm a chama da vida levantada....
"Tão" tanta coisa que se exprime em palavras escritas em vez de palavras ditas...
TU estás aí. Por isso levanto a chama da vida!

segunda-feira, abril 04, 2011

...

Quantos tempos são levados,...
quantos minutos ficam perdidos,...
quantos sonhos são amarrados
a momentos que querem ser vividos...

Rios lavados por águas
que correm como fortes torrentes
caídas no chão,... amadas...
saídas de dentro,... são sementes...

quarta-feira, março 23, 2011

tanto e tanto


Tantas e tantas coisas para se pensar,...
tantas e tantas coisas para se fazer,...
são turbilhões de sentimentos, pensamentos e palavras que passam a velocidades avassaladores pelo pensamento e que fazem "bloquear"a própria maneira de ser e de avançar na vida. São incríveis as exigências que se fazem como obrigações do ser de cada um. E a obrigação de ser cada um? Reside na essência pessoal do ser, a matriz nos faz ser o que se é. Cada um é "igual a si mesmo". Pode deixar moldar a sua vida pela Palavra de Deus, mas tem a sua própria essência. Será que é preciso andar a fazer de todos a imagem e semelhança de cada um? Não me posso esquecer das palavras do livro do Génesis: "imagem e semelhança de Deus".
Mas cá se continuam com tantos e tantos pensamentos...
tantas e tantas coisas a fazer...
tantos e tantos sentimentos a viver...

segunda-feira, março 21, 2011

Senhor do Amor e da Misericórdia

Senhor do Amor e da Misericórdia

Não deixes que nos faltem sinais do Teu Amor,

Para que em cada dia o nosso coração seja mais puro,

Mais belo, mais cheio de vida e de paz.

Sê o nosso refúgio na desilusão,

O nosso conforto na tristeza,

O nosso guia na escuridão.

Senhor do Amor e da Misericórdia

Ouve a voz das nossas vidas

Que Vos clama por Salvação….

Sente o calor dos nossos corações

Que Vos “batem” por mais amor…

Abre os olhos da nossa esperança

Que precisam de viver com mais perdão…