terça-feira, setembro 13, 2005


Mais uma vez hoje parei para pensar no mundo, na vida, na minha vida...
Não é que a minha vida tenha alguma coisa de excitante, mas por vezes dá-se conta de novidades que acontecem.
Quando se pensa que já conhecemos tudo de nós, estamos muito enganados. A sensação de sentir muitos dos nossos projectos, designios, frases feitas, sentimentos,... a fugir por entre os dedos das mãos!... Dá a sensação da insegurança, na qual vivemos constantemente... Insegurança que pode passar despercebida, mas que existe... e é assim mais um dia na vida de um homem,... mais uma simples descoberta partilhada...
Como gostava de ser, e queria que o mundo fosse, como um pássaro que voa sempre em direcção ao tempo favorável... Como gostava de ser como um rio que corre e vai ter sempre ao mesmo destino... mas a vida é assim, com algumas tempestades e com algumas curvas...
que Deus me guie e nos guie a todos no caminho certo e na decisão de escolhas acertadas!...

3 comentários:

Anónimo disse...

This blog is great Judging by your blog, I'm sure you'd love karaoke cd advice and karaoke cd

Maria disse...

Quantas vezes precisamos de parar um pouco e reflectir em nossa vida.
A minha vida desde o ano passado deu uma volta tão grande ,mas tão grande .
Eu estava em desespero profundo,sem vontade de reagir, estava esgotada de tanta luta,anulada,sentia-me como se não pertencesse a este mundo,com vontade de desistir,sentava-me no banco da Igreja, chorava,orava,falava e absorvia todo o silêncio, até que um dia através do Pároco Deus actuou de uma forma simples e fui conseguindo levar o meu marido a perceber que não era só ele que existia e que eu e os filhos também somos gente e agora acompanha-me na catequese, no voluntariado e já não pensa tanto no «eu»

Maria disse...

Não tem sido fácil mas penso que estou a colher um pouco todo o fruto semeado,porque nós não somos nem melhores ,nem piores,apenas diferentes e Deus ama-nos a todos e basta uma pequena abertura para Jesus entrar e levar o nosso coração e fazer maravilhas ,moldar como se molda o barro ,porque nós, não fazemos nada sem Jesus Cristo.
Não sei explicar mas há uma força em mim ,que me faz confiar ,entregar.