quarta-feira, maio 02, 2007

um momento singular...

Apesar de já há algum tempo não ter deixado aqui nenhuma das minhas (d'Ele) reflexões, hoje sinto-me na obrigação de partilhar algo que ontem se passou comigo. Estava eu recolhido em oração, diante do Santíssimo Sacramento, quando muitas das palvras feitas presentes, me penetravam no coração. Era a Palavra de Deus meditada nas palavras de D. João de Oliveira Matos. Para quem não sabe, foi bispo auxiliar da Guarda e fundador da Liga dos Servos de Jesus. Eu não o conhecei, pois ele partiu para o Pai anos antes de eu nascer, mas ontem, aquelas palavras tocavam-me no fundo do coração. Eram palavras doces, mas exigentes (tal como as passagens evangélicas que eram acompanhadas pelas palavras deste sábio homem). Para muitos daqueles que dizem que Deus não comunica e não nos diz nada, eu tenho a firme certeza que ontem Ele falou-me directamente pelas Palavras deste homem. Ainda houve quem me pergunta-se: "Senhor Padre, está triste?" Mas não era triste que estava, pelo contrário, estava feliz por ter-me apercebido que ainda tenho um grande caminho de fé a percorrer (sim, porque os padres não têm a sua caminha de fé completa). Hoje agradeço a Deus a sabedoria que nos deixou nas palavras do "Sr D. João" (como é conhecido). o Sr. D. João não é simplesmente um homem que passou, é um homem santo e um santo homem que continua a falar de Deus nos dias de hoje! Hoje poso dizer que quero ouvir palavras destas muitas mais vezes!!!!! Obrigado Senhor pela vida e obra de D. João de Oliveira Matos.

3 comentários:

Maria João disse...

DEus Pai fala-nos das mais variadas maneiras. O que é preciso é escutá-lo e esperar que Ele fale. Nem sempre é fácil, mas uma certeza podemos ter: Ele vai falar quando for a melhor altura.

padeiradealjubarrota disse...

É claro que Deus nos fala. Às vezes, tão claramente, que não dá para duvidar. Nós é que nos esquecemos de muitas dessas graças recebidas.

Joana Dente, Guarda disse...

É com muito gosto que sempre me debruço sobre quaisquer palavras que falem mais do D. joao, as que acabo de ler, são uma boa exposição do que é possivel que este "homem santo" traga aos nossos corações.