quinta-feira, junho 11, 2015

coisas de mim (b)

Para mim não é dificil transparecer o que eu sou e o que eu sinto. Provavelmente esta é a razão de umas e/ou de muitas incompreensões no caminho da vida. Por isto sinto que a verdade por vezes é melhor ser tapada ou mesmo escondida, porque na realidade do mundo não é a verdade que interessa acima de tudo, mas são outros interesses: pessoais, pessoais, pessoais, pessoais,... mas também sinto que não consigo ser de outra maneira que não seja o ser verdadeiro  com o que digo e com o que sinto, nas várias maneiras de o passar para o que envolve. Ele continua a ensinar-me que vale a pena ser verdadeiro, que vale a pena transparecer o que se sente e dizê-lo, que vale a pena ser-se sempre o que e é e que nada é razão para tapar a realidade da essência de cada um, admitino pessoalmente como se é e o que se é. Ele ensina-me e eu aprendo com Ele e só com Ele.

2 comentários:

Isilda Maria Alves Pereira disse...

"Tenho várias caras. Uma é quase bonita, outra é quase feia. Sou um o quê? Um quase tudo.
Clarice Lispector

É verdade, não um quase tudo, mas uma ajuda para a razão de viver de muita gente. Continue a ser verdadeiro é admirado por isso.
Isilda Pereira

Maria disse...

Pe. Ângelo,não O conheço pessoalmente mas ,o que me tem sido dado a conhecer é isso mesmo, uma pessoa simples sincera coerente e que sofre muitas vezes pelas pessoas que não estão preparadas para a sinceridade,para um viver de amor de dádiva,exactamente de Cristo.